Prédios Verdes: o que é e quais são as suas vantagens?

6 minutos para ler

O assunto sustentabilidade está em voga. O que antes era apenas um diferencial, hoje passou a ser quase uma obrigatoriedade, já que mostra a preocupação com o meio ambiente.

Cidadãos, órgãos públicos e empresas privadas estão se conscientizando sobre o assunto e buscado soluções para se adequar aos novos tempos. Tanto é que o ramo da construção sustentável tem crescido ano após ano.

E esse é exatamente o assunto deste post. Nos próximos parágrafos, você aprenderá o que é construção sustentável e quais são as suas vantagens e os seus impactos positivos — tanto para os moradores quanto para a comunidade no entorno. Acompanhe:

O que é construção sustentável?

Segundo a Agenda 21, a construção sustentável pode ser definida como um processo holístico que aspira a restauração e manutenção da harmonia entre os ambientes natural e construído, e a criação de assentamentos que afirmem a dignidade humana e encorajem a equidade econômica.

O seu objetivo é minimizar os impactos da construção civil, já que o setor é o que consome mais recursos naturais e gera maior impacto na natureza. Ela também visa prover mais qualidade de vida às pessoas e oferecer a chance de melhores condições de moradia para as diferentes camadas sociais.

Quais são os desafios do setor?

Apesar de ser uma tendência cada vez mais latente, a construção sustentável ainda enfrenta uma série de dificuldades na sociedade.

O fato é que aliar o desenvolvimento à sustentabilidade não é uma tarefa simples. Com o crescimento da população, o aumento da expectativa de vida e o consumo desenfreado, a construção precisa se reinventar para otimizar o uso dos recursos naturais.

De acordo com diversos estudos, o uso de água, de energia e de matéria-prima pelo setor ainda é muito grande. Isso quer dizer que ele precisa pesquisar constantemente e utilizar tecnologia de ponta para poder diminuir esse consumo e preservar a natureza, sem deixar de lado a qualidade e a durabilidade, atendendo às normas técnicas estabelecidas.

Outra questão diz respeito ao custo da sustentabilidade. O valor pago por uma construção sustentável feita do modo tradicional ainda é mais alto do que o que se paga por uma estrutura comum. Ou seja, os empreendimentos, além de fazerem o trabalho que lhes compete, ainda precisam trabalhar amplamente em conjunto com o consumidor, mostrando os benefícios em longo prazo — o que não é simples em uma sociedade imediatista.

Quais são as vantagens da construção sustentável?

Uma série de benefícios são conquistados com a utilização da construção sustentável. A seguir, falaremos sobre alguns que têm influência direta sobre o meio ambiente:

Baixo custo ao longo do tempo

Apesar de o investimento inicial ser mais alto, o comprador pode reverter esse valor. Isso porque as casas, os edifícios e as outras construções verdes se tornam econômicos ao longo do tempo, já que são construídos para diminuir o uso de água e de energia — o que tem um grande impacto ao final do mês no orçamento.

Além disso, essas construções costumam ser mais resistentes, o que diminui o gasto com reformas. Ou seja, a manutenção será menos onerosa e mais fácil de ser realizada.

Economia de recursos naturais

Já falamos sobre esse impacto positivo da construção sustentável, mas vale a pena explicar melhor.

As estruturas verdes utilizam, por exemplo, uma quantidade muito menor de água tanto no momento de construção — já que os materiais são feitos de maneira ecológica — quanto na manutenção — visto que a reutilização desse recurso é uma das principais preocupações dos construtores.

Além disso, as estruturas são preparadas para consumir o mínimo de energia. O design visa o aproveitamento da luz e da ventilação natural. Além do mais, há o uso de janelas com vidros duplos para manter a temperatura, diminuindo a necessidade de eletrodomésticos como aquecedor e ar-condicionado.

Diminuição do efeito estufa

A emissão de gás carbônico e de compostos orgânicos voláteis (VOCs) são 2 grandes problemas da construção civil que prejudicam a camada de ozônio. As consequências negativas são inúmeras, como:

  • aquecimento;
  • aumento do nível dos oceanos;
  • danos à fauna e à flora;
  • derretimento de geleiras;
  • desequilíbrio do clima;
  • prejuízos à saúde das pessoas.

Com a construção sustentável, esses efeitos são minimizados — o que ajuda a preservar o meio ambiente e reflete na saúde de todos os habitantes da Terra.

Quais são os impactos positivos para as pessoas?

Como já falamos no último tópico, a construção sustentável também traz impactos para a saúde das pessoas. Aqui podemos destacar a melhora na qualidade de vida. As pessoas tendem a ter uma rotina menos estressante quando passam a ter um contato maior com o design verde.

Ademais, os moradores dessas construções têm maior conforto visual, térmico e olfativo, devido aos sistemas de ventilação e de iluminação modernos e ao maior uso de materiais não tóxicos. Consequentemente, isso diminui a incidência de doenças respiratórias.

A conscientização sobre a importância da natureza também aumenta consideravelmente. A preservação da fauna e da flora cria uma sensação de bem-estar e se reflete em um futuro mais promissor, visto que o planeta estará mais saudável para todos os seus habitantes.

Outro impacto positivo diz respeito à economia proporcionada. Os moradores ou mesmo usuários conseguem gastar menos com a manutenção dessas construções, o que é bastante positivo para manter reservas e poder aproveitar as outras coisas boas da vida.

Os empreendedores que apostam nessa iniciativa também colhem bons frutos desse investimento. Entre eles podemos destacar:

  • maior engajamento e menor taxa de turnover dos funcionários;
  • maior valor de mercado da construção;
  • maior chance de comercialização;
  • e satisfação crescente dos usuários.

Enfim, todos os grupos direta ou indiretamente envolvidos na construção sustentável são beneficiados, bem como o meio ambiente.

É interessante ressaltar que essa não é uma moda passageira. Futuramente, novos benefícios poderão ser identificados, e o mundo conseguirá equilibrar as demandas do ser humano e também da natureza — pelo menos é isso o que todos torcem para que aconteça.

Esperamos que você tenha gostado do post sobre construção sustentável e os impactos positivos que ela traz tanto para o meio ambiente quanto para a vida das pessoas.

Quer saber mais sobre a construção civil? Então indicamos a leitura deste post sobre as diferenças entre casa container e casas tradicionais!

Posts relacionados

Deixe um comentário