/ Meio Ambiente

Aplicação da sustentabilidade na construção civil

A sustentabilidade na construção civil é cada vez mais um padrão, inclusive nas grandes construtoras. Adequação às técnicas internacionais, preocupação com a qualidade ambiental e com a imagem das empresas, bem como a redução dos custos têm feito com que práticas sustentáveis sejam vistas como pilares para na engenharia civil e na arquitetura.

O que é sustentabilidade na construção civil

A sustentabilidade na construção civil passa pela preocupação com o uso de materiais que permitam mais conforto térmico das edificações, menos consumo de energia e menos produção de resíduos durante a obra. Tudo isso gera grandes benefícios para o construtor e também para o futuro usuário ou morador da construção.

O que pode ser feito

O bom conforto térmico, por exemplo, é atingido a partir da adequação dos materiais de construção e das características arquitetônicas do prédio em relação ao ambiente no qual ele é erguido.

Assim, um prédio feito em um local que faz calor o ano inteiro pode, por exemplo, não necessitar de ar-condicionado (o que reduz o consumo de energia) caso seja construído com o pé direito (paredes) alto e com janelas amplas — o que facilita a circulação do vento, minimiza o aquecimento interno e também contribui com a boa iluminação natural.

Nesse mesmo caso, paredes e telhados verdes (que utilizam cobertura vegetal), também podem amenizar o calor. Além disso, sistemas de captação de água da chuva, armazenada em reservatórios na própria construção, podem minimizar o consumo de água da rede, e painéis fotovoltaicos podem contribuir para a geração de energia elétrica na edificação.

Como pontuamos, outro ponto relevante para a sustentabilidade na construção civil é a forma como a obra é feita. Cada vez mais engenheiros e arquitetos têm se preocupado com a redução dos resíduos da obra.

Isso passa tanto pelo bom treinamento dos profissionais empenhados na construção, como mestres de obra, pedreiros e serventes, quanto na utilização de materiais e técnicas mais econômicas.

Sustentabilidade em obras de grande escala

Em obras de grande escala, como conjuntos habitacionais, a utilização de estruturas pré-fabricadas modulares, por exemplo, faz com que o desperdício de areia, tijolos e argamassa seja reduzido drasticamente — além de diminuir o número de profissionais necessários para a obra.

Cada uma dessas construções tem impacto significativo na vida de quem vai morar nelas. Além disso, quando aplicadas em grande escala — tendência percebida como cada dia mais vital por grandes empreiteiras —, podem gerar mudanças significativas para grandes centros urbanos. Conjuntos de edificações sustentáveis, com tetos verdes e boa ventilação, podem contribuir para a redução da formação das ilhas de calor nos grandes centros urbanos.

Além do mais, podem impactar de forma positiva na imagem das empresas e de profissionais no mercado, que tem valorizado cada vez mais iniciativas sensíveis às causas ambientais. Construções feitas dentro das técnicas ambientais mais adequadas podem valer certificações que fazem toda a diferença na hora da escolha da casa própria pelos clientes contemporâneos.

Aplicação da sustentabilidade na construção civil
Compartilhar isto

Seja um assinante do Blog Pequi Ambiental