/ Meio Ambiente

Como praticar a sustentabilidade na indústria têxtil?

Atualmente, as questões de preservação ambiental não soam mais como uma preocupação distante no mundo corporativo, mas sim como uma demanda urgente para a saúde tanto do meio ambiente quanto das empresas. Por isso, muito se tem investido em sustentabilidade na indústria têxtil.

As práticas sustentáveis, além de serem benéficas do ponto de vista ambiental, garantem melhorias significativas para diversos processos nas confecções, possibilitando um gerenciamento otimizado de recursos e agregando valor à reputação da marca.

Neste post, vamos citar algumas práticas sustentáveis aplicáveis à produção têxtil. Preparado? Vamos a elas!

Reaproveitamento de materiais na indústria têxtil

A reciclagem de tecidos, também conhecida como fiação, gera, a partir do refugo das produções das tecelagens (do seu gigantesco volume de retalhos) nova matéria prima, ampliando o ciclo de industrialização desses materiais.

Vale lembrar que, somente na cidade de São Paulo, um dos grandes polos têxteis do Brasil, duas toneladas diárias de retalhos acabam nos aterros (muitas vezes clandestinos) e causam um enorme impacto ambiental.

Com a prática da fiação, além da diminuição da degradação ambiental, evita-se o desperdício econômico, poupam-se gigantescas quantidades de matérias-primas e evitam-se gastos com importações para o abastecimento da indústria têxtil brasileira.

Gestão responsável do uso da água

A gestão inteligente do uso da água no setor têxtil deve acontecer desde o cultivo das matérias primas até sua utilização na produção de peças de vestuário, passando pelas práticas de lavagem.

Dessa maneira, é possível a economia de recursos naturais e, consequentemente, a redução dos custos de produção.

Por essa razão, é preciso implementar práticas de reutilização da água durante as várias etapas da produção têxtil em que ela se faça necessária. Dessa forma, garante-se a manutenção saudável do negócio e do meio ambiente a longo prazo.

Economia de energia e diminuição dos poluentes na produção

As empresas que melhor se adequam aos padrões de economia de recursos energéticos e de diminuição da emissão de poluentes irão se adaptar bem tanto à legislação vigente quanto às tendências futuras de consumo sustentável.

Por isso, é preciso apuro no uso de produtos químicos potencialmente nocivos e com a destinação dos resíduos da produção nas tecelagens.

Novos produtos para sustentabilidade na indústria têxtil

Não somente no campo da moda, mas, de maneira geral, os produtos que respondem bem a critérios de durabilidade, sendo também recicláveis e engajados na agenda sustentável, tendem a ser cada vez mais valorizados pelos consumidores.

Até por isso, o mercado da moda tem cada vez mais incorporado o conceito de sustentabilidade no design e na criação de novas coleções.

Mas, para além do campo da criação, para incorporar efetivamente esses valores nos processos de produção, as empresas têm que repensar suas estratégias de mercado e relações com fornecedores e parceiros, visando vínculos mais sólidos e duradouros.

Por isso, para a implementação de práticas sustentáveis, é preciso pensar a longo prazo e investir em novas tecnologias e na formação contínua dos profissionais do setor.

Então, viu como é possível criar um modelo de sustentabilidade na indústria têxtil? Então aproveite a visita para assinar a nossa newsletter. Assim, você receberá nossas atualizações em sua caixa de entrada!

Como praticar a sustentabilidade na indústria têxtil?
Compartilhar isto

Seja um assinante do Blog Pequi Ambiental